24 de agosto de 2020

8 hábitos para melhorar sua disposição física e mental

Por EduTomazett

Você tem dificuldade para fazer exercícios físicos? Talvez se sinta desmotivado ou então não consiga performar tão bem quanto gostaria. A hipnose pode te auxiliar muito nesse processo, trazendo para você uma nova energia e disposição para realizar suas atividades e superar seus obstáculos. Além da terapia, adote também alguns outros hábitos e incorpore-os na sua rotina e dessa forma você conseguirá sempre muito mais. Após o texto você verá um vídeo de uma sessão de hipnose onde aplicamos técnicas para melhorar a disposição de realizar treinos na academia. Comente aqui ou entre em contato para saber mais sobre como podemos te ajudar.

Problemas para resolver, conflitos para solucionar, tarefas para fazer, prazos a cumprir. Compromissos, cobranças, responsabilidades familiares, estresse no trabalho.

Esses obstáculos tão comuns na nossa rotina nos trazem a sensação de que estamos sempre cansados.

Chega uma hora em que fica difícil aguentar.

Diante de uma rotina cansativa e estressante, melhorar a disposição física e mental é extremamente importante para nossa saúde, além de evitar a exaustão que o dia a dia provoca.

É comum acordar de manhã animado, com muita disposição, mas chegar na hora do almoço cansado ou não conseguir manter o foco no trabalho, por exemplo.

Os motivos para justificar o desânimo podem ser variados. Porém, provavelmente você não está fornecendo energia o suficiente para seu corpo no decorrer do dia.

Porém, em vez de apenas aceitar esse ciclo, podemos adotar hábitos diários para melhorar a disposição e encarar a vida de uma forma diferente!

Felizmente, com a adoção de alguns hábitos simples você pode esbanjar disposição e aproveitar a vida com muito mais energia!

1. Ter uma boa alimentação

Da mesma forma que acontece quando abastecemos um carro com combustível de má qualidade, nosso corpo e nossa mente apresentam um rendimento abaixo do esperado quando nos alimentamos de maneira inadequada.

Por isso, é essencial tomar um bom café da manhã, não trocar o almoço por fast food e escolher um jantar mais leve, que não sobrecarregue seu organismo. Dê preferência a alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes, invista nos cereais integrais e nas proteínas magras e reduza o consumo de produtos industrializados.

2. Tomar a quantidade suficiente de água por dia

As reações bioquímicas do nosso organismo acontecem em meio aquoso, o que significa que, sem ela, vamos ter dificuldades para fazer a digestão, os rins terão seu funcionamento prejudicado, a pele e as mucosas vão ficar ressecadas e podemos até mesmo comer mais do que o necessário, entre diversos outros problemas.

Embora a recomendação geral seja beber 2 litros de água por dia, você pode ter uma ideia mais precisa de quanto seu corpo realmente precisa ao multiplicar seu peso por 35. Por exemplo: uma pessoa que pesa 70 kg deve consumir, na verdade, 2.450 ml de água diariamente (pois 70 x 35 = 2.450).

3. Praticar atividades físicas

Sua falta de disposição é tão grande que você não consegue nem pensar em movimentar o corpo? Pois saiba que praticar atividades físicas é uma das melhores formas de ter mais vitalidade – portanto, é preciso fazer um esforço a mais no começo para vencer a preguiça.

Os exercícios regulares aumentam a oxigenação dos tecidos e do cérebro, aceleram o metabolismo, melhoram o condicionamento físico e combatem o estresse. Dessa forma, vale a pena encontrar uma atividade da qual você goste, seja frequentar a academia, correr, dançar, nadar, andar de bicicleta ou outra modalidade.

4. Ter um sono de qualidade

É impossível acordar disposto quando não tivemos uma boa noite de sono, ou seja, cerca de oito horas de descanso em um local tranquilo. Enquanto dormimos, nosso corpo processa as informações que recebemos durante o dia, regenera danos aos tecidos e produz substâncias necessárias para o seu bom funcionamento.

E não adianta tentar compensar dormindo mais no fim de semana: para que seu sono seja de qualidade, é preciso seguir horários regulares para deitar e levantar todos os dias.

5. Fazer pausas no trabalho

Assim como qualquer outra parte do corpo, seu cérebro também se cansa depois de passar muito tempo praticando a mesma atividade. Dessa forma, não adianta trabalhar sem parar para tentar ser mais produtivo – depois de algumas horas, seu rendimento inevitavelmente vai cair.

Portanto, procure fazer algumas pausas depois de se dedicar às suas atividades profissionais, seja para alongar o corpo, movimentar as pernas ou até mesmo encher sua garrafinha de água. Essa mudança de foco é essencial para manter a produtividade.

6. Ter um planejamento diário das atividades

Ter tarefas pendentes é uma grande causa de desgaste mental, pois nosso cérebro não consegue descansar quando ele “sabe” que nem todos os compromissos foram cumpridos. Em meio a uma rotina corrida, pode ser cada vez mais difícil dar conta de tudo e, com o tempo, isso pode levar a quadros de ansiedade.

Uma maneira de evitar esse problema é ter um planejamento diário com base nas suas prioridades. Ao organizar sua agenda, seja realista quanto ao tempo que cada tarefa demanda e procure não sobrecarregar sua rotina.

7. Praticar um hobby e atividades de lazer

Da mesma forma que o corpo precisa de descanso, nossa mente também precisa relaxar. Por isso, separe alguns momentos do seu dia para deixar as responsabilidades e preocupações de lado e ocupe-se com uma atividade prazerosa.

Você pode cultivar um hobby como cozinhar, dançar ou cuidar do jardim ou, então, simplesmente ir ao cinema, dar uma volta com o cachorro ou passear no parque. Existem infinitas possibilidades!

8. Afastar-se de pessoas e atividades negativas

Se você sente que sua energia diminui depois de encontrar certas pessoas muito críticas, pessimistas ou que têm qualquer outra característica que cause algum incômodo, acredite nessa percepção e busque restringir o convívio ao estritamente necessário – ou elimine-o de vez se possível.

De maneira semelhante, procure dedicar cada vez menos tempo a atividades que te deixam irritado ou desanimado, como entrar em discussões nas redes sociais e se deixar consumir por notícias ruins que vemos na TV ou na internet. Você não precisa viver em uma bolha, mas sim limitar o tempo e a energia gastos nessas atividades.

Dicas retiradas de: https://medprev.online/blog/habitos-diarios-para-melhorar-a-disposicao.html