11 de julho de 2020

Hipnose nos esportes de performance

Por EduTomazett

Vencendo o seu principal adversário: seus próprios medos e limites

Você treina por dias a fio, semana atrás de semana, os meses vão passando e lá se foi um ano completado, com muito orgulho. Você tem um ótimo acompanhamento educacional-esportivo, nutricionista, fisioterapeuta te auxiliando em alguma lesão inesperada, e claro, o seu treinador sempre ali, ao seu lado, te motivando. E então é chegada a hora e sua cabeça está a mil…

“Será que vou conseguir?”

“O preparo foi o suficiente?”

“Algum olheiro estará presente?”

“Será que vou decepcionar alguém?”

“E se…?”

Essa é a história de todo esportista. Todo atleta em algum momento passou, ou passará, por esses conflitos. Esses medos e inseguranças são da natureza humana, mas por mais que o seu treinador tenha te preparado e te motivado, por mais que você tenha seguido à risca todas as orientações, o medo… ahh, o medo… esse velho companheiro sempre pode aparecer. E o que podemos fazer então para minimizar o seu efeito, ou até quem sabe, evitar que isso ocorra?

Como solução para esse problema, surge então a Hipnose como ferramenta para potencializar sua concentração e resultados.

E como a hipnose funciona para os atletas?

Você, atleta, tem uma maior facilidade de visualização de objetivos. Quando você treina, sua mente não está naquele momento, mas sim em um futuro próximo, na sua competição, em seus objetivos. A hipnose então vem para potencializar isso e fazer com que no momento da sua prova, você consiga trazer à tona toda a memória emocional e muscular do treino para o presente. Através do transe hipnótico, nossa equipe consegue modular sua mente para:

  • Aumentar o foco no treino;
  • Melhorar a concentração;
  • Diminuir a influência de fatores externos;
  • Criar âncoras mentais para aumentar a performance;
  • Realizar um ótimo gerenciamento de dores.

Entre em contato conosco para conhecer melhor essa incrível ferramenta que vai mudar sua vida.

Veja alguns atletas que se utilizaram da hipnose:

Tiger Woods

Um dos maiores golfistas americanos, Woods faz hipnose desde os 13 anos de idade. Com técnicas de auto-hipnose, ele libera sua mente de preocupações e pressões externas, deixando-o o mais focado possível.

Michael Jordan

Astro americano do basquete, realizava sessões de hipnose durante toda a temporada e fazia auto-hipnose antes dos jogos para melhorar sua resistência, física e mental.

Arthur Zanetti

Esse ginasta brasileiro teve a inclusão de sessões de hipnose para aprimorar suas técnicas, principalmente nas argolas, preparando-o para as Olimpíadas de 2016. Com essa prática, ele conquistou a medalha de prata nos jogos olímpicos nessa modalidade.

Chael Sonnen

Em uma entrevista, Sonnen afirmou utilizar de técnicas especiais e alternativas para aumentar sua concentração dentro do octógono. Após diversas sessões de hipnose, ele aprendeu a modular sua ansiedade e aprimorar as técnicas e movimentos, que são realizados de forma incrível durante a luta.

Ayrton Senna

O preparador físico Nuno Cobra, sempre utilizou técnicas diferentes para treinamento físico e mental, e as sequentes sessões de hipnose faziam parte do treinamento de Senna, com rotinas de visualização dos trajetos da pista e manobras que poderiam ser utilizadas.

Mary Lou Retton

Medalhista norte americana na ginástica olímpica, utilizava hipnose para através do transe, memorizar os movimentos do seu corpo. Através dessa ferramenta, ela visualizava toda a sua rotina e ao entrar na competição, o corpo apenas repetia aquilo que a mente havia praticado tantas vezes.